Quarta-feira, 13.01.10

Eu até podia escrever sobre o meu primeiro tratamento de acupunctura, mas fica para outro dia...porque vi e ouvi uma conversa num daqueles programas matinais que me revoltou e me fez pensar que o mundo está mesmo perdido e  que já não há valores como os de antigamente.

 

A conversa era sobre o tratamento com hormonas de crescimento nas crianças. Falou-se das crianças em que é diagnosticado algum problema de crescimento e após uma série de análises é aconselhado o tratamento com hormonas de crescimento, não sendo este estritamente necessário...as crianças não terão qualquer problema apenas terão estatura reduzida (podem ser discriminados pela sociedade, mas isso é outra conversa!). Nestes casos, o tratamento é comparticipado pelo estado. Esta parte eu até compreendo, agora parece que está na moda os pais quererem que os filhos sejam altos e espadaúdos só porque sim e porque podem pagar o tratamento que não é nada barato e que nestes casos nem se pode designar de tratamento como bem disse o médico, visto as crianças são completamente saudáveis, é apenas um capricho dos pais. Talvez a culpa seja da sociedade que "prefere" as pessoas altas e elegantes, não sei...talvez eu não entenda porque não sou mãe, mas sempre pensei que os pais querem é que os filhos sejam saudáveis e felizes (ponto final). Mas parece que afinal não querem só que sejam saudáveis e felizes, querem um modelo do que a sociedade impõe, querem que o(s) filho(s) sejam os mais bonitos, mais altos, mais isto e aquilo, os melhores em tudo! Estou a esquecer-me de uma parte que considero muito importante, não se sabe os potenciais riscos que este 'tratamento' pode causar nas crianças saudáveis a longo-médio prazo...só se saberá daqui a uns anos quando houver uma maior amostragem de dados, mas é sabido que pode desencadear problemas vasculares, respiratórios e tumores malignos, agora pergunto-me eu...como é que um pai pode querer que o filho SAUDÁVEL seja sujeito a uma série diária de injecções só para ficar uns centímetros mais alto, correndo o risco de lhe prejudicar a sua saúde no futuro?!

 

Eu luto há 26 anos para ser saudável, coisa que nunca vou ser verdadeiramente porque não se podem mudar os genes, mas luto para pelo menos não ter dores e ter a qualidade de vida de uma pessoa saudável qualquer (e isso implica também muito dinheiro, que infelizmente nem todas as pessoas com doenças crónicas têm), e é por isso que estas coisas, pessoas, mentalidades me fazem ter vergonha do caminho que o Homem está a tomar, por mais que tente compreender as razões não consigo entender ...parece-me que brincam com a vida só porque podem seja financeiramente ou para parecer bem no seu meiozinho!

 

* esta é a minha opinião, e com base na conversa sobre o tema onde participaram 2 médicos e 1 psicóloga, se alguém não concordar ou souber mais sobre o tema é só chegar-se à frente (que é como quem diz, comente!). Às vezes, também se fala de coisas sérias aqui no blog!


sinto-me:

publicado por Teresa às 22:59 | link do post | comentar | ver comentários (6)

Domingo, 21.10.07
Aqui estou eu mais uma vez revoltada com a sociedade em que vivo...será de mim?? Eu acho que não sou nenhum ET! Não me considero um exemplo para ninguém, nem faço tudo na perfeição...mas por vezes sinto que estou numa realidade na qual não me enquadro e da qual não gosto nada!

Eis alguns pontos que me deixam furiosa,"piursa", literalmente com o dia estragado....pessoas que não têm um minuto para ajudar alguém que necessita, que não sabem sorrir ao outro, mesmo que esse seja desconhecido, pessoas que atiram lixo para o chão ou através da janela do vidro dos carros e pessoas que não reciclam, porquê estes actos? Há tantos outros pontos que me deixam triste (piores que estes que menciono), mas esses tocam no coração, questões de humanidade e solidariedade dos quais um dia deixarei aqui o meu testemunho.

Eu percebo que, por vezes, não temos tempo, a vida é um corre corre...estamos atrasados, não dá para falar com a vizinha ou com o senhor do café que admito são um pouco chatos com as suas histórias, mas custa alguma coisa fazer um sorriso como gesto de bom dia?! E ajudar alguém é assim tão penoso...dar uma informação, auxiliar um idoso atravessar uma passadeira, hoje em dia até os velhotes têm receio das pessoas que tentam ajudar (já é tão raro esse acto, que duvidam das pessoas que ajudam sem pedir nada em troca), esta é a realidade: o Homem está a tornar-se tão egoísta que chegámos a este ponto....e quando tu precisares? Será que vais ter alguém que te ajude?

Quanto às pessoas que atiram lixo pela janela dos carros ou simplesmente quando andam pela rua...nem merecem um comentário. Imagino como será a casa dessas pessoas para terem  hábitos e costumes como esses...e mais não preciso dizer. Reciclagem é um tema controverso, dá trabalho e quando ouvimos dizer que o lixo que tão empenhadamente separámos é depositado na lixeira com todo o outro lixo deixa-nos desolados, mas eu penso sempre "eu fiz o meu dever" e é orgulho que sinto quando vou ao ecoponto, sinto que estou a fazer o meu papel de cidadão na tentativa de ter um mundo melhor! Até já ouvi alguém comentar "eu até reciclava se me pagassem por isso, como fazem em alguns países", quando oiço "coisas" como estas penso mesmo que o mundo está perdido e não há volta a dar para que ele se recomponha...que interessa se alguns pagam aos seus cidadãos para reciclar, se pagam é porque podem e é assim um incentivo, mas se o nosso país não nos paga já não fazemos reciclagem? É preciso pagarem-nos para fazermos coisas que podem melhorar o nosso ambiente e consequentemente as nossas condições de vida?! Que exemplo é que estamos a dar às gerações futuras? Não fazemos coisas boas pelo simples acto de estar a FAZER O BEM, temos que ser pagos para isso!!! Não consigo perceber....

É só isto por hoje...desejo uma boa semana para todos e a todos aqueles que fazem o contrário do que escrevi desculpem este comentário que chega a ser agressivo (mas estava cheia de raiva!), acho que se todos nós nos juntássemos e lutássemos até poderíamos conseguir mudar o mundo, bem não exageremos mudar o nosso cantinho! LoL
E não se esqueçam de sorrir, muitas vezes um sorriso vale muito mais que as palavras.
       Aquele abraço,
               Leuviah


sinto-me: Revoltada

publicado por Teresa às 20:33 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quem sou & onde estou...

Caracolinho é alcunha claro está! Digo-vos que me assenta que nem uma luva...Gosto da minha concha, de me sentir protegida, quanto ao resto... tenho um mundo inteiro para descobrir e desbravar, talvez me encontre verdadeiramente num recanto qualquer. A vida é feita de encontros e desencontros e agora começo a percebê-lo!

Perfil

Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


101 Things on 1001 Days

Lista de Tarefas


(49/101) 49% Realizadas!
Posts recentes

Onde vamos parar?

"O mundo está de pernas p...

comentários recentes
Boa tarde,O anti inflamatório que tomei foi o beta...
Não, isto aconteceu num laboratório! :)
Boa noite,Qual anti inflamatório seu médico lhe in...
faz parte de um parque natural??
estes comentadores sao muito perversos!! o:
Tags

todas as tags

Posts mais comentados
Links
Dedução de despesas com saude animal em IRS
Baú de posts
blogs SAPO