Terça-feira, 3 de Junho de 2008

Ora bem o Perfeito Estanho desafiou-me a poetizar...tenho cá um jeitinho para poemas que nem vos conto, mas o que conta é a intenção não é estranho (não sei se te vais arrepender de me teres dito isto! :P)

 

Este poema "em cadeia" é uma ideia do blogger José Rios, no seu cantinho podemos ver como funciona isto do poema das mil e uma palavras,  os objectivos e regras deste poema.

 

 - segundo as regras, vou postar aqui as últimas 7 quadras do poema... -


c911eutopias.blogs.sapo.pt/">c911eutopias

rabiscou...


És tu que preenches os meus sonhos daltónicos , com paletas de cor
É contigo que falo com o olhar, no mais profundo silencio
numa linguagem que só duas almas em perfeita comunhão entendem
É em ti que me quero perder, apenas para me encontrar .....

Pessoinha  suspirou...


Pudera o tempo parar,
Para nos meus braços junto a mim te manter.
E assim jamais voltasse a chorar
A tristeza de te perder!

A Crisálida inspirou-se...


Ter para sempre nossas almas entrelaçadas
Apaixonadas, afinizadas, enamoradas
Construindo só para nós um Conto de Fadas
Para transformar as pedras das nossas estradas
Em jóias muito raras, amorosamente lapidadas

 

E Wicked_Mind deu continuidade...

 

Doces palavras não mais sussurradas

Mil segredos que não mais o são

Beijos, carícias, juras de amor declaradas

Mil telas em branco, pinceladas de paixão

  

E o Velhos, Cotas & Afins a ver vamos...

 

 Com
Pinceladas de paixão
Meus dedos meus lábios
percorreram
teu corpo ensombrado
húmido
fremente delirante
Desesperados
um no outro
contemplamos o infinito.
O Amor?!
  

E a Maison Thathys viu e assim se esmerou...

 

Será?

Ou será apenas um milimetro dessa eterna fragância

Que eu guardo desse corpo

Dessa voz

Dessas mãos

Desse sonho, que por vezes me assalta a noite

E me deixa assim a pensar em ti...

Por onde andarás?

 

E o  Perfeito Estranho assim constatou...

 

Que ar respiras neste meu sufoco?

Por essa negra iluminada noite

Esqueces-te teus lençois e a mim

Apagas-te o amor... nosso devaneio louco

 

A Leuviah apontou...

 

Tentei esquecer-te, apagar-te, fugir de ti...

Mas a nossa loucura efervescia dentro de mim

E agora que realizo que te perdi...

Como vais voltar para mim?

 

Desafio a Teia...desculpa linda, mas seja como for...just for fun!


sinto-me: poética
Tags: ,

publicado por Teresa às 21:10 | link do post

De abelhinha a 5 de Junho de 2008 às 12:08
Bem realmente este poema escrito a várias mãos está a ficar muito bonito.

Beijinhos


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres


Copiar caracteres

 



Quem sou & onde estou...

Caracolinho é alcunha claro está! Digo-vos que me assenta que nem uma luva...Gosto da minha concha, de me sentir protegida, quanto ao resto... tenho um mundo inteiro para descobrir e desbravar, talvez me encontre verdadeiramente num recanto qualquer. A vida é feita de encontros e desencontros e agora começo a percebê-lo!

Perfil

Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


101 Things on 1001 Days

Lista de Tarefas


(49/101) 49% Realizadas!
Posts recentes

A minha última palavra...

"O Último Livro"

Just saying...

#45 Época do Tomate

#44 Praia (1ºdia)

#43

#42 Chocolate Heart

#30 Just love crocs!

#29 Made by me & for me (...

#28 Fim-de-semana X(X)L

comentários recentes
Boa tarde,O anti inflamatório que tomei foi o beta...
Não, isto aconteceu num laboratório! :)
Boa noite,Qual anti inflamatório seu médico lhe in...
faz parte de um parque natural??
estes comentadores sao muito perversos!! o:
Tags

todas as tags

Posts mais comentados
Links
Dedução de despesas com saude animal em IRS
Baú de posts
blogs SAPO