Quinta-feira, 27.11.08

Definitivamente gosto de romances, sou uma romântica.

 

Acabei de ler há uns dias o livro "O Último Verão" da autora Ann Brashares. Nunca tinha lido nada dela, também agora há tantos autores que se torna difícil conhecê-los a todos e ler tudo. Gostei da escrita simples e descritiva, gosto de pormenores que me ajudem a "transportar" para a história, que me permitam idealizar tudo na minha cabeça. É bom viajar a ler...

 

O estilo de escrita é parecido ao da Anita Shreve, aliás esta autora faz uma crítica a este livro, que passo a citar "Um romance sobre o amor, a perda e a beleza dos intensos laços familiares".

 

A história do livro é um romance, pois está claro! Mas não só, é sobre amizade, daquelas eternas e que perduram mesmo quando 'partimos', a renúncia ao amor pelo receio de perder aquela amizade, a descrição de relações familiares...é um livro que relata histórias de vida. Gostei muito, é um livro óptimo para o Verão, que sabe ler em qualquer altura do ano (digo eu!).

 

P.S.- O primeiro livro que contou para o sucesso da tarefa nº1 da minha lista. Hoje é noite de cinema com a mãe caracoleta e a madrinha, vamos ver o "Sorriso das Estrelas" :P



publicado por Teresa às 16:08 | link do post | comentar | ver comentários (5)

Segunda-feira, 25.08.08

Eu gosto muito de ler, embora como já o referi num post há uns mesitos largos o tempo nem sempre é muito e às vezes a leitura fica esquecida na estante...o que pode ser considerado uma treta, uma vez que se quisermos temos sempre 5 minutinhos por dia para ler e nesses minutinhos ainda se lê umas páginas! Assim, sendo um hobbie que gosto e visto que uma das tarefas da minha lista consistia em ler um livro em espanhol...quando estava ainda em Espanha comprei o livro Casi la Luna, cujo título original é The Almost Moon (2008) da autora Alice Sebold.

O que me motivou a comprar o livro foi a imagem da capa e em especial o pequeno texto escrito na contracapa que passo a transcrever, "Mi madre era eterna como la luna. Viva o muerta, la madre o la ausencia de la madre siempre determina la vida una persona."

 

Estas frases fizeram-me desembolsar uns trocos e trazê-lo comigo, como vocês já perceberam eu tenho uma relação especial com a minha caracoleta e ao ler isto pensei que seria uma história bonita de uma relação entre mãe e filha, como a nossa! Ora bem enganei-me redondamente...é talvez a história mais macabra que já li, uma relação de amor, ódio, dependência entre uma mãe e uma filha, as 278 páginas desenrolam-se em apenas 2 dias em que são descritos pormenores da vida de uma família e em especial da relação mãe-filha (não conto o ponto mais chocante para mim porque alguém pode estar a ler o livro). Concluindo, não gostei do livro, quando o comprei fiz um história completamente ao contrário (o meu lado de tudo é cor-de-rosa fez-me imaginar um livro diferente!), mas detesto deixar a meio um livro, contam-se pelos dedos os livros que comecei a ler e não acabei!


Já que estamos numa de leitura...a tarefa 1 da minha lista era ler 1 livro por mês! Fui demasiado exigente comigo, vou modifica-la para 1 livro por cada 2/3 meses, ou seja, quando acabar o projecto terei que ter lido 10 a 15 livros, se entretanto conseguir ler mais melhor ;)


sinto-me: leitora
música: Sting - Russians

publicado por Teresa às 09:00 | link do post | comentar | ver comentários (12)

Domingo, 20.07.08

Mais uma tarefa arrumada...demorou mais a cumpri-la do que o esperado, visto que aqui em Espanha não transmitem muitos filmes antigos, dão bastantes filmes não me posso queixar disso, especialmente filmes de origem alemã e austríaca cujos enredos andam sempre à ronda de desaparecimentos de crianças, raptos e histórias com muito mistério (ou não...)! Esta tarefa implicava rever um filme, ou seja já tê-lo visto, o que também dificultou as coisas :D e a questão de ser um filme antigo é um pouco relativa...bem mas o filme mais recente dos seis tem 10 anos :P acho que não está mal para antigo!

 

Para o post não ser extremamente secante associei a cada um dos filmes uma palavra que para mim o caracteriza!

 

1- Hook (1991) - Sonho

2- Indiana Jones e o Templo perdido (1984) - Aventura

3- Grease (1978) - Adolescência

4- A ilha das cabeças cortadas (1995) - Piratas

5- O quinto elemento (1997) - Futuro?!

6- Patch Adams (1998) - Sorriso

 

 

Se tivesse que vos aconselhar algum filme desta lista é sem sombra de dúvidas o Patch Adams, todos deviam vê-lo uma vez que seja...o filme é uma verdadeira lição de vida! A história é baseada numa história real e apesar do "protagonista real", Hunter "Patch" Adams, não "gostar" do filme porque não representa a realidade dos factos, a verdade é que através dele muita gente descobre o seu trabalho e isso permite que continue a concretizar-se com a ajuda de milhares de pessoas dispersas pelo mundo....para verem mais sobre o Instituto Gesundheit e a "obra" de humanidade que foi iniciada pelo próprio Patch Adams consultem aqui.


sinto-me: "domingueira"
música: Placebo - Special K

publicado por Teresa às 23:45 | link do post | comentar | ver comentários (9)

Segunda-feira, 19.05.08

A antena 3 (canal televisivo espanhol) faz assim umas cenas temáticas e este mês é dedicado às aventuras do Indiana Jones, claro que isto é devido ao novo filme que vai estrear em breve.

Este sábado deu a primeira aventura do Indiana Jones, "Os Salteadores da Arca Perdida", confesso que já não me lembrava dos pormenores do filme, mas foi emocionante do primeiro ao último minuto...os filmes quando são bons perduram no tempo e sabe sempre bem revê-los (mas isto é uma mania minha, revejo muitos filmes...os meus preferidos revejo ao ponto de saber tudo de trás para a frente e vice-versa)

 

Bem agora é esperar por rever as outras duas aventuras...o próximo será "Indiana Jones e o Templo Perdido" esta sexta  (este é o que tenho mais recordações...vi-o muitas vezes quando era pita lol), o terceiro "Indiana Jones e a Grande Cruzada" também não me lembro grande coisa...

E estou com expectativa de ver a nova aventura, apesar de ter uma crítica...uma vez que na prática seria impossível ser o mesmo herói a protagonizar as 4 aventuras...neste último ele seria tão velhote que não podia aventurar-se a tanta pirueta, saltos e tudo a que nos acostumou, mas por outro lado Indiana para ser o verdadeiro Indie que todos conhecemos tinha que ser interpretado pelo Harrison Ford, right nini?

 

E com isto estou a cumprir a tarefa 93 - rever 6 filmes antigos...ninguém me pára


sinto-me:

publicado por Teresa às 19:17 | link do post | comentar | ver comentários (25)

Domingo, 18.05.08

If you’re not the one then why does my soul feel glad today?
If you’re not the one then why does my hand fit yours this way?
If you are not mine then why does your heart return my call?
If you are not mine would I have the strength to stand at all

I never know what the future brings
But I know you are here with me now
We’ll make it through
And I hope you are the one I share my life with

I don’t want to run away but I can’t take it
I don’t understand
If I’m not made for you then why does my heart tell me that I am?
Is there any way that I can stay in your arms?

If I don’t need you then why am I crying on my bed?
If I don’t need you then why does your name resound in my head?
If you’re not for me then why does this distance maim my life?
If you’re not for me then why do I dream of you as my wife?

I don’t know why you’re so far away
But I know that this much is true
We’ll make it through
And I hope you are the one I share my life with
And I wish that you could be the one I die with
And I pray in you’re the one I build my home with
I hope I love you all my life

I don’t want to run away but I can’t take it
I don’t understand
If I’m not made for you then why does my heart tell me that I am?
Is there any way that I can stay in your arms?

‘Cause I miss you
Body and soul so strong that it takes my breath away
And I breathe you into my heart
And pray for the strength to stand today

‘Cause I love you, whether it’s wrong or right
And though I can’t be with you tonight
And know my heart is by your side

I don’t want to run away but I can’t take it
I don’t understand
If I’m not made for you then why does my heart tell me that I am?
Is there any way that I can stay in your arms?

 


Esta é a "nossa" música, escolhemos hoje depois de uma conversa simples e que devíamos ter tido à muito tempo, mas tudo tem um tempo certo para acontecer...estou feliz e TU és a razão dessa felicidade! (Tarefa 60 cumprida!)


sinto-me:

publicado por Teresa às 20:12 | link do post | comentar | ver comentários (14)

Quem sou & onde estou...

Caracolinho é alcunha claro está! Digo-vos que me assenta que nem uma luva...Gosto da minha concha, de me sentir protegida, quanto ao resto... tenho um mundo inteiro para descobrir e desbravar, talvez me encontre verdadeiramente num recanto qualquer. A vida é feita de encontros e desencontros e agora começo a percebê-lo!

Perfil

Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Postcards Exchange
101 Things on 1001 Days

Lista de Tarefas


(49/101) 49% Realizadas!
Posts recentes

"O Último Verão"

Casi la Luna

Rever 6 filmes antigos (t...

Maio é mês de Indiana Jon...

A "nossa" música...

101 Things On 1001 Days

comentários recentes
Boa tarde,O anti inflamatório que tomei foi o beta...
Não, isto aconteceu num laboratório! :)
Boa noite,Qual anti inflamatório seu médico lhe in...
faz parte de um parque natural??
estes comentadores sao muito perversos!! o:
Tags

todas as tags

Posts mais comentados
Links
Dedução de despesas com saude animal em IRS
Baú de posts
blogs SAPO
Add to Technorati Favorites