Quarta-feira, 17.03.10

"Ambrose Zephyr des­co­bre de repente que o tempo se está a esgo­tar quando o médico anun­cia que, devido a uma mis­te­ri­osa doença, lhe resta um mês de vida. Por isso, ele e a mulher, Zap­pora Ash­ke­nazi, deci­dem via­jar para todos os sítios de que ele mais gos­tou ou que mais que­ria ver, de A a Z, come­çando por Ames­ter­dão. Em Istam­bul, porém, Ambrose e Zap­pora dão ao resto do per­curso um rumo ines­pe­rado, ao faze­rem as pazes com o tempo per­dido e as mui­tas per­gun­tas dei­xa­das para trás… O Fim do Alfa­beto é uma his­tó­ria mágica, evo­ca­tiva e ines­que­cí­vel que nos leva numa via­gem espi­ri­tual até às pro­fun­de­zas do amor, da perda e da vida." Autor: C.SS. Richard­son.


Foi aquela mala cheia de autocolantes na capa que me puxou o olhar para o livro, confesso que sempre sonhei ter a mala com autocolantes de bandeiras ou simplesmente o nome do país que acabei de visitar perpetuado ali...é um bocado old fashion, mas eu gosto!

 

Um livro que se pode ler em poucas horas, não fosse o tema tão intenso, é uma história que marca e nos conduz invariavelmente à reflexão sobre a nossa vida, sobre tudo que nos rodeia, os pequenos momentos que passam e não voltam...

Não gostei muito da forma como o livro está escrito, narrativa "curta" que saltita entre o passado e o presente, por vezes cortada por diálogos também eles muito curtos! E eu gosto de livros acima de tudo com muitas descrições, pormenores que me façam 'deslocar' para a história, que me façam imaginar tudo que está acontecer enquanto leio cada frase...no momento que leio gosto de sentir que sou uma espectadora invisível na primeira fila! Só por isto o livro me decepcionou...se tivesse sido escrito noutros contornos literários poderia ser perfeito para mim.

 


sinto-me: leitora

publicado por Teresa às 10:40 | link do post | comentar | ver comentários (8)

Quarta-feira, 26.08.09

E cheguei ao fim do livro.

"Afinal, talvez devêssemos todos desistir de tentar retribuir às pessoas que sustentam as nossas vidas neste mundo. Afinal, talvez fosse mais sensato rendermo-nos diante do alcance miraculoso da generosidade humana e limitarmo-nos a dizer incessantemente obrigado, para sempre e sinceramente, enquanto tivermos voz." (do livro Comer, Orar, Amar - Elizabeth Gilbert)

Depois de um primeiro e segundo post sobre o livro, teria que haver o derradeiro terceiro. OBRIGADO Kai por me recomendares o livro, é impressionante como nos damos a conhecer a pessoas que nem nos conhecem, sabias que ia adorar o livro e tinhas toda a razão. Adorei o livro, adorava um dia ter coragem para fazer uma viagem assim, não que deseje que seja pelas mesmas razões, mas que gostava ai isso gostava!

Conclusões após cerca de 5 meses de reflexão:

Gostei principalmente da reflexão sobre mim própria que fui fazendo à medida que li o livro.

Quero ir a Itália falar italiano (nem que seja italiano betoneira como o meu espanhol betoneira). Quero, sem dúvida, um dia cumprir o sonho de ir à Índia.

Simplesmente, quero fazer mais coisas que queira mesmo e não fazer só porque sim...mesmo que ridículas e insignificantes quero fazer o que gosto sempre que possível, sim porque a vida não é um conto de fadas ou uma aventura como no livro, em que largamos tudo e temos o dinheiro suficiente para sair porta fora e viajar por três países diferentes durante 1 ano! É um livro q.b. feminino, divertido, leve mesmo tendo partes extremamente intensas e profundas sobre a descoberta do ser, recomendo a todos...mesmo aos homens.

P.S.- Acho que nunca demorei tanto tempo a ler um livro que gostei ao contrário daqueles que li só porque tenho mau feitio e mesmo que não esteja a gostar, forço-me a tentar avançar e não dar o gostinho de derrota literária. Agora fico à espera da adaptação do livro ao cinema, que promete visto estar prevista como personagem principal a brilhante actriz Julia Roberts. 



publicado por Teresa às 20:24 | link do post | comentar | ver comentários (17)

Quinta-feira, 23.04.09

Há alturas em que não nos apetece escrever muito, ando assim...por vezes faltam-me as forças, parece que algo ou 'alguém' as suga e por mais que lute contra algo que não sei o que é, nada melhora!

Hoje é o Dia Mundial do Livro e quanto a leituras vamos muito bem, estou adorar o livro "Comer, orar, amar", estou a chegar à Índia...

 

 

A família caracol e companhia (casal S & S) vai de fim-de-semana para o Algarve,

bom fim-de-semana e boas leituras!


sinto-me:

publicado por Teresa às 19:58 | link do post | comentar | ver comentários (15)

Segunda-feira, 13.04.09

Começo a ficar assustada com o meu ritmo de leitura dos últimos tempos, não é propriamente um problema grave e faz bem ler, a carteira é que sofre...cheira-me que vou começar a ir à biblioteca da caracoleta


Mais uma vez li um romance, desta vez de Danielle Steel, uma autora conceituada e cujo livros já tinha visto nas livrarias mas nunca me chamaram atenção até que vi o "Uma vez na Vida" e este captou-me o olhar pelo título e pela sinopse na contracapa...mais uma autora cuja escrita me agradou, estou tramada! Definitivamente sou uma romântica incurável. Desta vez não vou colocar aqui o resumo do livro, que podem encontrar facilmente na internet, vou antes transcrever o parágrafo que mais me marcou...

 

" Vai significar que tem de fazer um esforço maior, que não pode deslizar pela vida. Talvez o torne melhor e mais forte, e espero que sim. Acho que o que você tem passado lhe fez isso mesmo. Os caminhos fáceis nem sempre são os melhores, Daphne. Achamos que são, mas repare nas pessoas que respeita nesta vida e veja se não são geralmente as que se realizaram no meio de dificuldades, as que sobreviveram e amadureceram com o sofrimento. As que têm vida fácil não são lá grande coisa. São as outras, as que sobem às montanhas, levando a cabeça cheia de arranhões e com as canelas esfoladas, que vale a pena conhecermos. "


P.S.- Já comecei a ler o livro que me recomendaste Kai.


sinto-me: leitora

publicado por Teresa às 14:53 | link do post | comentar | ver comentários (6)

Quarta-feira, 01.04.09

Li o livro em menos de 1 semana, não sei o que me apaixonou porque a história convenhamos não é nada de extraordinária e tem alguns pontos até um pouco surreais a meu ver, mas a verdade é que a cada página que lia queria saber mais...queria chegar à última página e alcançar o final da história!

 

Amores e traições

Histórias de vidas cruzadas

Uma pitada de mistério

Gastronomia q.b. (não em excesso!)

Viagens, com especial destaque para Veneza, Xangai e Paris.

 

Veneza nunca me seduziu, nem nunca me tinha despertado a mínima curiosidade, agora ficou-me na cabeça... ai os livros só dão ideias!! O livro trazia um marcador de livros original, uma máscara de olhos típica de Veneza como o que está ilustrado na capa do livro...achei divinal este pequeno apontamento.

 

Resumo

 

"Embora viva na cidade mais romântica do mundo, Precious Rafferty nunca se apaixonou perdidamente. Até que conhece Bennett James. Estará na altura de se deixar, finalmente, arrebatar pelo romantismo e ter o casamento dos seus sonhos em Veneza? Do outro lado do mundo, em Xangai, Lily Song, prima de Precious, guarda um valioso e perigoso segredo de família. Quando Lily suplica a Preshy que se encontrem em Veneza e a alerta para os perigos que corre, a vida de ambas vai mudar para sempre. Entretanto, em Paris, Precious conhece o escritor Sam Knight, um homem cativante, mas desencantado com a vida. Precious sente Sam cada vez mais próximo de si e receia que ele esteja também enredado nesta emaranhada teia de perigo e desejo. Será que Sam também não é quem aparenta ser? Esconderá algum segredo terrível? Em Veneza, Precious terá de serpentear através de um labirinto de traição e sedução para descobrir a quem poderá confiar, de uma vez por todas, o seu coração... e a sua vida."


Autora: Elizabeth Adler

Editora: Quinta Essência

(por curioso que seja, todos os livros que tenho lido desta editora tenho gostado muito!)


sinto-me: leitora

publicado por Teresa às 13:55 | link do post | comentar | ver comentários (4)

Quem sou & onde estou...

Caracolinho é alcunha claro está! Digo-vos que me assenta que nem uma luva...Gosto da minha concha, de me sentir protegida, quanto ao resto... tenho um mundo inteiro para descobrir e desbravar, talvez me encontre verdadeiramente num recanto qualquer. A vida é feita de encontros e desencontros e agora começo a percebê-lo!

Perfil

Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


Postcards Exchange
101 Things on 1001 Days

Lista de Tarefas


(49/101) 49% Realizadas!
Posts recentes

"O fim do Alfabeto"

"Comer, Orar, Amar"

Dia Mundial do livro (200...

"Uma vez na Vida"

"Casamento em Veneza"

"O Sonho do Taj Mahal"

"O Último Verão"

Casi la Luna

Leitura no banco da varan...

Dia Mundial do Livro

comentários recentes
Boa tarde,O anti inflamatório que tomei foi o beta...
Não, isto aconteceu num laboratório! :)
Boa noite,Qual anti inflamatório seu médico lhe in...
faz parte de um parque natural??
estes comentadores sao muito perversos!! o:
Tags

todas as tags

Posts mais comentados
17 Comentários
12 Comentários
12 Comentários
Links
Dedução de despesas com saude animal em IRS
Baú de posts
blogs SAPO
Add to Technorati Favorites